Pular para o conteúdo
Voltar

Governo aplica recurso e retoma a construção de 200 casas

Entregas das unidades habitacionais ocorrerão no início de 2018 entre os meses de janeiro e maço
Ana Sampaio | Secid-MT

- Foto por: Rafella Zanol/ Secid-MT
A | A

Mais 200 famílias mato-grossenses receberão uma casa própria em 2018. O secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, assinou o sexto termo aditivo, com contrapartida do Estado no valor de R$ 847,7 mil, para retomada e conclusão das unidades habitacionais populares dos residenciais Guatós I e II, no município de Poconé, distante 100 km de Cuiabá. As entregas serão realizadas em duas etapas: janeiro 120 residências e outras 80 moradias em março. No total, foram aplicados R$ 8,4 milhões nas construções.

Cerca de 80% da obra dos Guatós já estão executados. Restam serviços de acabamento e infraestrutura, como asfalto, meio fio e sarjeta. As 200 casas estavam com obras paralisadas desde 2015. Após gestão junto à Caixa Econômica Federal, a Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) obteve acordo com a empresa Lumen Construtora para retorno e finalização dos empreendimentos. A assinatura do novo termo aditivo aconteceu nesta quarta-feira (13.12) na sede da secretaria.

O titular da Secid-MT firmou compromisso de trabalhar para que a obra não sofra mais paralisações e seja entregue às famílias. “O governador Pedro Taques autorizou a retomada dessas construções e determinou que a entrega seja rápida em duas etapas, uma em janeiro e outra no final de março”, disse.

As 200 novas casas fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida – Faixa I, do Governo Federal, que contemplam famílias com renda de até R$ 1.800 por mês. Em média, os contemplados irão pagar parcelas de R$ 80 mensais. Cada uma possui dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, adaptadas para pessoas com deficiência.

Conforme a Superintendência de Habitação da Secid, o Governo de Mato Grosso, em parceria com o Governo Federal e municípios, retomou a construção de 5.420 unidades habitacionais em cinco municípios. O total de investimento federal e estadual nesse conjunto de moradias é de R$ 249,15 milhões.