Pular para o conteúdo
Voltar

Trincheira Ciríaco Cândia será interditada a partir desta 2ª feira

Interrupção do trânsito ocorrerá diariamente entre as 8h30 às 16h30, durante duas semanas, para serviços de impermeabilização das paredes (cortinas) da estrutura, onde há infiltrações
Ivana Maranhão | Secid-MT

Secom-MT
A | A

A Trincheira Ciríaco Cândia, localizada no entroncamento das avenidas Ciríaco Cândia e Miguel Sutil, entre os bairros Santa Isabel e Cidade Verde, em Cuiabá, será interditada para reparos nas paredes laterais a partir de segunda-feira (05.03). A interrupção do trânsito no local será diariamente, das 8h30 às 16h30 durante o período estimado de duas semanas. O serviço visa eliminar infiltrações detectadas nas paredes da estrutura e está orçado em aproximadamente R$ 280 mil.

Os trabalhos na trincheira tiveram início nesta quinta-feira (01.03) dentro da faixa de segurança, na qual não há exigência de interdição do tráfego no complexo. A execução ficará a cargo da empresa Intech Engenharia Inovação e Tecnologia Ldta.

Segundo a equipe de fiscalização da Secretaria de Estado das Cidades, os serviços serão realizados em duas etapas. A primeira consiste na limpeza, lixamento das paredes (cortinas) da trincheira e aplicação de resina para impermeabilização.

Na segunda fase, depois da injeção do produto, os técnicos aguardam em média 60 dias até o período de seca, para verificação do resultado. Caso haja necessidade, será aplicada novamente a resina em pontos detectados.

O serviço na trincheira será executado com apoio da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob), que coordenará o trânsito. A interdição é necessária devido ao uso na obra de equipamentos, como andaimes e escoras.

Histórico

A chamada “Trincheirinha”, que levou esse nome por ser a menor trincheira projetada para a Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá, tem uma arquitetura diferenciada, no formato de uma alça, e conta com 459 metros de extensão. A estrutura está localizada ao final da trincheira Senador Vicente Emílio Vuolo – Trincheira do Verdão – na intersecção da Avenida Miguel Sutil com a Ciríaco Cândia e rodovia Mário Andreazza, sentido Várzea Grande.

O contrato da construção é de 2013 e contou com duas empresas na execução, a Ster Engenharia, responsável pela construção entre maio de 2012 e fevereiro de 2013. E a Métrica Engenharia, que assumiu os serviços de abril a outubro de 2013.

Porém, a Métrica voltou à obra para término e reserviços em outubro de 2016, após assinatura do Termo de Ajustamento de Gestão firmado entre a empresa, Governo do estado e Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT). O custo final da trincheira é projetado em R$ 7,7 milhões.